Araucária pede intermediação da CMC para reabertura de Armazém da Família

A Câmara Municipal de Curitiba (CMC) recebeu, nesta sexta-feira (5), um grupo de vereadores de Araucária. Os parlamentares, que foram recebidos pelo presidente Tico Kuzma (Pros) e pelo vereador Pastor Marciano Alves (Republicanos), pleiteiam a reativação da parceria entre os municípios, que permita a reabertura de Armazéns da Família na cidade vizinha.

Os vereadores integram uma Comissão de Inquérito (CI) que apura possíveis irregularidades na gestão dos Armazéns que funcionaram em Araucária entre 2009 e 2012. Segundo relato de Aparecido da Reciclagem (PDT), presidente da CI, a questão está judicializada, pois Curitiba alega que Araucária deixou de fazer os repasses financeiros necessários, o que resultou em uma dívida de aproximadamente R$ 1,5 milhão em valores corrigidos. “Nosso armazém está há 13 anos fechado. Queremos que seja reaberto”, resumiu.

>> Confira mais fotos da visita no Flickr da CMC.

“Existe uma cobrança da população para que [os armazéns] voltem a funcionar e nossa ideia é destravar essa situação. Sabemos que a reabertura depende de uma discussão política entre os prefeitos”, completou Professor Valter (Cidadania), que é o relator do colegiado. Ainda segundo ele, os trabalhos da CI vão continuar para apurar eventuais responsabilidades, mas uma perícia feita durante o trâmite da ação revelou que é Curitiba quem deveria para Araucária, por isso a busca de um entendimento entre as partes.

O presidente Tico Kuzma cumprimentou os colegas de Araucária por estarem cumprindo sua missão de fiscalizar, por meio da Comissão de Inquérito, e por estarem em busca de soluções. Ele se comprometeu em intermediar o diálogo junto à Procuradoria Geral do Município, a Secretaria de Segurança Alimentar e Nutricional, além de vereadores e representantes do Poder Executivo de Araucária.

“Vamos tentar esta conversa, para buscar um entendimento. [Verificar] se é possível fazer algum acordo, para suspender o processo e retomar a parceria. O trabalho da CI deve continuar, mas o mais importante é a retomada do serviço”, ressaltou Kuzma, que também lembrou da conhecida eficiência do Armazém da Família, ainda mais nesse momento de alta de preços, em que a população perde seu poder de compra.

“Araucária possui quase trinta mil pessoas abaixo da linha da pobreza. Nosso objetivo é resolver essa angústia da população, pois quando a população está angustiada, os vereadores também estão”, resumiu Pastor Castilhos (PL). Também participaram da reunião os vereadores Irineu Cantador (PSD) e Luis Coimbra (PV), que integram a CI.

Gostou do conteúdo? Então compartilhe em suas mídias sociais!

WhatsApp
Facebook
Twitter
E-mail

Receba notícias no seu e-mail

Assine a newsletter e fique por dentro
do meu trabalho como vereador.