Tico Kuzma fala sobre sua pré-candidatura em entrevista à BandNews

O presidente da Câmara Municipal de Curitiba (CMC), vereador Tico Kuzma (Pros), participou, no último dia 15, da série de entrevistas realizada pela Rádio BandNews com pré-candidatos nestas eleições de 2022. O vereador, que deve concorrer a uma vaga na Câmara dos Deputados, afirmou que o atual momento político do Brasil, de polarização e falta de diálogo, foi um dos motivadores de sua pré-candidatura.

Para falar sobre a importância do pleito, Tico Kuzma fez uma comparação entre o Brasil e uma empresa, sendo que cada cidadão seria dono de parte desta empresa e teria a oportunidade de escolher o novo dirigente, bem como os conselheiros. “Os conselheiros seriam os deputados federais, que vão aconselhar e fiscalizar se as coisas certas estão sendo feitas”, comparou.

O parlamentar disse que sua experiência de 18 anos na CMC o qualifica para concorrer a um cargo no legislativo federal. Ele citou duas leis de sua autoria, a Antifumo, e a de recolhimento de carros abandonados, como exemplos de como uma lei colocada em prática pode melhorar a vida em sociedade.

“A Lei Antifumo é de 2009 e  no início houve muita resistência [a ela]. Inclusive alguns donos de bares diziam que seus estabelecimentos teriam que fechar”. Kuzma explicou que a lei trouxe benefícios ao melhorar a saúde das pessoas, que deixaram de fumar em ambientes fechados.

“Melhorou a segurança”, resumiu o vereador sobre a lei de recolhimento de carros abandonados, lembrando que muitos veículos deixados nas ruas acabavam por se transformar em mocós, esconderijo para bandidos, depósitos de lixo e até mesmo focos para mosquitos da dengue.

“Então eu tenho esta experiência, sei ouvir as pessoas”, reforçou, ao declarar que sua principal bandeira é defender o povo. “Não um partido, ou uma ideologia ou o presidente, mas defender as pessoas”.

O vereador reforçou a importância do diálogo na política: “não precisamos de guerra, de ataques, mas de diálogo”. Ele respondeu, ainda, sobre o andamento do caso do vereador Renato Freitas, que terá sua conduta novamente avaliada pelos vereadores no início do mês de agosto.

Questionado sobre o grande desafio do Paraná e de Curitiba para o futuro, o vereador respondeu que é a retomada econômica, com geração de empregos.

“Precisamos que mais empresas sejam criadas. Para isso precisamos auxiliar os empresários e empreendedores, para que [eles] possam gerar os empregos”, finalizou.

Confira a entrevista na íntegra:

Gostou do conteúdo? Então compartilhe em suas mídias sociais!

WhatsApp
Facebook
Twitter
E-mail

Receba notícias no seu e-mail

Assine a newsletter e fique por dentro
do meu trabalho como vereador.